Premium

Hospitais batem recorde com 705 mil cirurgias realizadas

Hospitais batem recorde com 705 mil cirurgias realizadas

Mais cirurgias. Mais consultas. Mais urgências. Aumento da procura que fez dilatar os tempos de espera no Serviço Nacional de Saúde (SNS). Assim foi a atividade hospitalar no ano passado. Administradores hospitalares dizem ser impossível fazer mais sem mais meios. Aos médicos preocupa-os a métrica da qualidade.

O maior acréscimo registou-se na atividade cirúrgica, com os cuidados de saúde hospitalares a realizarem 705 522 cirurgias, o que se traduz num aumento de 5% face a 2018, ano em que, depois consecutivas subidas, a produção recuou 0,3% na sequência das greves que abalaram o SNS. Foram realizadas mais 33,5 mil cirurgias. O valor mais alto desde que há registos.

Outras Notícias