O Jogo ao Vivo

Premium

Hospitais enviam falsas urgências para centros de saúde

Hospitais enviam falsas urgências para centros de saúde

Hospitais de Barcelos e Póvoa agendam no próprio dia consultas para pacientes com doenças não urgentes.

Os hospitais de Barcelos e da Póvoa de Varzim estão a marcar consultas diretamente e para o próprio dia nos centros de saúde para os doentes não urgentes, com pulseira verde ou azul, desde que os utentes aceitem ser atendidos pelo médico de família, em vez de esperar horas na Urgência e contribuir para entupir os serviços. Barcelos foi pioneiro e, desde 28 de maio, já referenciou 52 pacientes para as seis unidades de saúde familiar envolvidas no projeto-piloto. Póvoa iniciou esse trabalho a 1 de outubro.

Em comum, os hospitais têm uma taxa elevada de afluência à Urgência por doentes que podiam ser assistidos nos cuidados de saúde primários. "Ir ao serviço de Urgência não é a resposta mais adequada para estes utentes e até pode ser mais cara do que a sua situação exige", explica Manuel Lopes, coordenador do programa SNS+ Proximidade, onde este projeto-piloto é um dos eixos. O SNS+ Proximidade é um programa vasto, que visa, entre outros objetivos, melhorar a literacia em saúde dos cidadãos e proporcionar uma maior integração dos cuidados e uma resposta mais célere (ler ficha). "A replicação da experiência" de Barcelos e da Póvoa a nível nacional "será feita de acordo com a manifestação de interesse das unidades de saúde e dos hospitais", indica Manuel Lopes.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG