O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Hospitais pagam mais de dois mil euros por 24 horas a médicos tarefeiros

Hospitais pagam mais de dois mil euros por 24 horas a médicos tarefeiros

Preço/hora dos prestadores de serviço pode atingir 90,56 euros, esclareceu a ACSS. Hospital das Caldas da Rainha pagou 85 euros/hora para evitar encerramento do serviço.

Afinal, os hospitais podem pagar até 90,56 euros por hora a médicos prestadores de serviço, quando esteja em risco o funcionamento da urgência. O que significa que os "tarefeiros" podem receber até 2146 euros num turno de 24 horas. É o que resulta de um esclarecimento recente feito pela Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) aos hospitais, sobre o Decreto de Lei 50-A/2022, de 25 de julho, que estabelece a nova remuneração do trabalho suplementar nas urgências.

O diploma pretendia, entre outros objetivos, acabar com as desigualdades de pagamentos a médicos da casa e a prestadores de serviços e tornar este regime de trabalho avulso menos atrativo. Porém, não é isso que está a acontecer e já há hospitais a pagar valores acima do máximo que a maioria dos médicos da casa podem receber (70 euros após 150 horas extra).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG