Exclusivo

Idosos com alta sem família saber engrossam lista de desaparecidos

Idosos com alta sem família saber engrossam lista de desaparecidos

Pessoas com demência estão a ser impedidas de entrar em unidades de saúde com acompanhante por causa da pandemia e saem sozinhas. Ministério aperfeiçoa procedimentos.

Perto de uma dezena de idosos com demência que foram proibidos de entrar com acompanhante em hospitais e outras unidades de saúde, por causa da pandemia, acabaram, mais tarde, por ser dados como desaparecidos, depois de receberem alta sem que os seus familiares tivessem sido informados.

A denúncia é da associação Alzheimer Portugal e o mais grave, em investigação pelo Ministério Público (MP), levou à morte, em julho, de uma doente de alzheimer atendida sozinha no Hospital de Cascais. A associação diz que a situação "está a ganhar contornos alarmantes". Hoje é o Dia Internacional das Vítimas de Desaparecimentos Forçados. Em Portugal desaparecem oito pessoas por dia. Desde o confinamento houve menos casos com idosos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG