Estado de Alerta

Idosos podem fazer compras a qualquer hora, mas devem evitar ir aos supermercados

Idosos podem fazer compras a qualquer hora, mas devem evitar ir aos supermercados

As pessoas mais idosas vão poder frequentar supermercados e outras lojas alimentares, farmácias, bancos e correios. Mas a recomendação é que saiam de casa o menos possível.

O primeiro-ministro apelou, esta quinta-feira à tarde, às pessoas com mais de 70 anos, bem como àquelas que sofrem de outras doenças, que se abstenham de sair de casa, a não ser em situações excecionais, como deslocarem-se às unidades de saúde, ou acederem a serviços essenciais.

Ao contrário do que foi inicialmente avançado, de acordo com um documento de trabalho a que a Comunicação Social teve acesso e que serviu de base para a reunião do Conselho de Ministros, não foi estabelecido um horário específico para os mais velhos acederem, por exemplo, a supermercados ou farmácias, ou para darem "passeios higiénicos" e levarem os animais de estimação à rua.

No entanto, "devem evitar a todo o custo qualquer deslocação para fora da residência", disse o governante, apelando a que sejam os familiares, amigos, vizinhos e autarquias locais a ajudar esta população.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG