Covid-19

Igreja volta a realizar procissões e critica festa do Sporting

Igreja volta a realizar procissões e critica festa do Sporting

A Igreja Católica vai voltar a realizar procissões e outras cerimónias religiosas para além da missa. Seguindo as indicações da Direção Geral da Saúde sobre o "número de pessoas, o distanciamento social, as regras de higienização e o uso de máscaras", o Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) decidiu, esta quarta-feira, em Fátima retomar os eventos religiosos.

Depois da suspensão das cerimónias durante o confinamento, foi permitida a celebração pública de missas a partir do dia 15 de março. Contudo, por razões de segurança, todas as outras cerimónias continuaram suspensas.

O padre Manuel Barbosa, porta-voz da CEP afirmou que serão cumpridas as "orientações que estão em vigor" face à situação provocada pela covid-19. O secretário da CEP referiu que, nas celebrações litúrgicas, "das normas têm sido observadas e não tem havido casos de surtos".

Festa do Sporting "não seguiu orientações da DGS e das autoridades"

A reunião dos bispos ocorreu poucas horas depois de milhares de pessoas se terem juntado para festejar a vitória do Sporting Clube de Portugal no Campeonato Nacional de Futebol. "Se ontem aconteceu alguma coisa de diferente, foi porque não se seguiram as orientações da Direção Geral de Saúde e das autoridades", referiu o padre Manuel Barbosa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG