O Jogo ao Vivo

Boletim DGS

Incidência desce na segunda-feira com menos casos desde 7 de junho

Incidência desce na segunda-feira com menos casos desde 7 de junho

Portugal reportou 306 casos de covid-19 e sete mortes associadas à doença nas últimas 24 horas. A taxa de incidência desceu significativamente, colocando o país na "zona verde" da matriz de risco.

Como já é habitual às segundas-feiras, devido à redução de testes efetuados ao fim de semana, o boletim epidemiológico de hoje dá conta de uma descida de novos casos de infeção: 306. De referir, contudo, que é a segunda-feira com menos positivos desde 7 de junho, quando foram contabilizados 388 casos.

Há menos 371 infetados face a domingo e menos 152 em relação à segunda-feira passada. O número de vítimas mortais (sete) é semelhante ao registado nos dias anteriores.

Desde o início da pandemia, morreram 17.914 pessoas, 1.062.320 contraíram a doença e 1.010.772 recuperaram, 604 delas nas últimas 24 horas. O boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) indica ainda que existem, neste momento, 33.634 casos ativos em território nacional, menos 339 do que ontem.

Tal como ontem, a região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) contabiliza a maior parte dos infetados, 116, seguindo-se o Norte, com 82, o Algarve com 44, o Centro com 25, o Alentejo com 24, os Açores com oito e a Madeira com sete.

Quatro mortes foram reportadas em LVT, havendo ainda duas no Centro e uma no Algarve. São três homens (um na casa dos 50, um na dos 60 e outro com 70 anos) e quatro mulheres (uma na faixa etária dos 60 e três octogenárias).

PUB

Mais hospitalizados e menos doentes graves

Após seis dias em queda, o número de internados nos hospitais portugueses voltou a aumentar para 471: mais 16 do que ontem. Ainda assim, em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) estão menos quatro infetados, 82 no total.

Portugal de volta ao verde na matriz de risco

Os indicadores da matriz de risco aproximam cada vez mais o país da "zona verde": a incidência passou, a nível nacional, de 173,6 para 149,1 casos por 100 mil habitantes. No continente, a redução foi de 177,9 para 152,4.

A taxa de transmissibilidade (o chamado Rt) nacional é, agora, de 0,82 (0,83 no continente).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG