Boletim DGS

Incidência e internados continuam a cair em dia com 21 mortes

Incidência e internados continuam a cair em dia com 21 mortes

Portugal regista, esta sexta-feira, 13 747 novos casos de covid-19 e 21 mortes associadas à doença. Há menos 33 pessoas internadas e menos seis pessoas em Unidades de Cuidados Intensivos.

Em relação à última sexta-feira, dia em que se registaram 10 376 novos casos, estes dados representam uma subida de 3371 infeções diárias. O número de mortes desceu de 32 para 21.

Cerca de 37,7% dos novos casos foram registados na região de Lisboa e Vale do Tejo, com 5182 infeções diárias. Segue-se o Centro (3008), Norte (2037), Alentejo (1095), Algarve (990), Madeira (753) e Açores (682).

Nos hospitais, há menos 33 internados. Do total de 1267 pessoas acamadas, 84 são doentes considerados graves, menos seis do que na quinta-feira. Na sexta-feira passada, tinham saído de internamento 59 pessoas e havia menos oito doentes graves.

Relativamente às mortes, oito foram registadas em Lisboa e Vale do Tejo, sete no Norte, quatro no Centro, uma no Alentejo e uma na Madeira. Ao contrário da tendência que se tem vindo a verificar, a maior parte das mortes foi registada na faixa etária dos 70 aos 79 anos: sete homens e duas mulheres. Além destas, as restantes vítimas mortais são dois homens com idades entre os 60 e os 69 anos e quatro homens e seis mulheres na faixa etária mais elevada (mais de 80 anos).

PUB

Incidência desce, mas R(t) sobe

Em dia de atualização da matriz de risco, a incidência desceu de 1806,8 para 1512,7 casos de infeção por SARS-CoV-2 por 100 mil habitantes, a nível nacional. Descontando as ilhas, a descida foi de 1728 para 1432,4. Já o índice de transmissão, o R(t) subiu de 0,75 para 0,78 a nível nacional e de 0,73 para 0,76 a nível continental.

Esta sexta-feira, há mais 7302 casos ativos, para um total de 481 321, e mais 6424 pessoas recuperadas, num total de 2 805 955.

Desde o início da pandemia, a Direção-Geral de Saúde (DGS) registou 3 308 438 infetados e 21 162 mortes por covid-19.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG