Exclusivo

INEM recebe por dia mais de 200 "falsas emergências"

INEM recebe por dia mais de 200 "falsas emergências"

Perceção incorreta da gravidade originou o encaminhamento de 95 mil chamadas no ano passado.

O INEM - Instituto Nacional de Emergência Médica atendeu 52 541 "falsas emergências" nos centros de orientação de doentes urgentes (CODU) nos primeiros sete meses de 2021. Na prática, os técnicos do INEM receberam em média, por dia, 247 chamadas que não constituíam uma situação de emergência médica, sendo depois reencaminhadas para a linha SNS24. No primeiro ano da pandemia, em 2020, a expressão destes telefonemas foi maior: 95 601, cerca de 7% do total, contra 71 157 (5%) em 2019.

"No último ano, tivemos um valor maior [falsas emergências], porque houve uma alteração dos algoritmos relacionados com a covid-19, sobretudo na fase inicial de contingência", explica António Táboas, responsável pelos CODU do INEM.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG