Premium

52 ambulâncias do INEM paradas devido a problemas técnicos

52 ambulâncias do INEM paradas devido a problemas técnicos

Gestora da frota sancionada por demora nas reparações. Instituto tinha ontem 52 ambulâncias paradas. Técnicos denunciam, em carta aberta, condições de trabalho "deploráveis".

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) já aplicou sanções de quase 80 mil euros à empresa responsável pela gestão da frota por incumprimento dos tempos de reparação das viaturas, mas os problemas persistem. As ambulâncias estão constantemente paradas por problemas técnicos e há casos em que voltam ao serviço com a mesma avaria.

Na quinta-feira, 52 ambulâncias do INEM estavam em oficina, ou seja, 28% do parque de ambulâncias do instituto. As dificuldades operacionais são crescentes e, esta semana, mais de 80 técnicos de emergência pré-hospitalar (TEPH) "desgastados" e "revoltados" assinaram uma carta aberta para o presidente do INEM e grupos parlamentares a denunciar vários problemas, incluindo as "deploráveis" condições de trabalho.