INEM

Ambulâncias paradas por falta de técnicos

Ambulâncias paradas por falta de técnicos

Supressão de turnos não avançou, mas os meios estão a ficar inoperacionais. INEM acusa escassa disponibilidade dos profissionais.

Várias ambulâncias do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), cujos turnos eram para ser fechados no início do mês no âmbito de um plano de ajustamento de horários que não chegou a avançar, estão paradas por falta de técnicos para as tripular. O INEM admite que há turnos em que os meios estão a ficar inoperacionais, em resultado da "manifesta indisponibilidade" dos profissionais para cumprirem horas extraordinárias.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

Imobusiness