Exclusivo edição impressa

Algarve paga a médicos 2400 euros por dois dias de trabalho

Foto Arquivo

Alguns pediatras e obstetras viajam do Norte todo o ano e chegam a receber 2400 euros, por fim de semana, para assegurar urgências.

O Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) está a pagar 50 euros por hora a alguns especialistas para assegurar as urgências nas duas maternidades da região. A falta de pediatras e obstetras faz com que, ao longo de todo o ano, haja profissionais, sobretudo do norte do país, que, aos fins de semana, aproveitam os voos "low-cost" entre Porto e Faro para rumar a sul e fazer turnos de 24 ou 48 horas. Feitas as contas, são 1200 euros por dia, ou 2400 euros por fim de semana. A administração da unidade hospitalar diz que é "a lei da oferta e da procura". Os valores de referências para zonas carenciadas são de 29 euros/hora.