Animais

Risco de regresso da raiva alarma veterinários

Só este ano, o canil de Coimbra já recolheu cerca de 400 animais

Foto Tony Dias / Global Imagens

A Associação Nacional de Veterinários Municipais (Anvetem) teme que a lei que proíbe o abate de animais, que entra em vigor a 22 de setembro, banalize o animal de rua, provocando um aumento dos ataques e o regresso de problemas de saúde pública como a raiva.

A associação afirma ser a primeira a opor-se ao abate, mas aponta para dez ou 15 anos até se conseguir aplicar a lei. Ordem dos Médicos Veterinários e municípios também se opõem à aplicação imediata da lei.