Premium

Ano judicial arranca sem pacto de Marcelo e com "manif" à porta

Ano judicial arranca sem pacto de Marcelo e com "manif" à porta

Em janeiro de 2018 foram reveladas 89 medidas consensualizadas entre todas as profissões jurídicas.

Dos magistrados aos funcionários, passando pelos guardas prisionais e juízes, 2019 será marcado pela contestação de agentes da justiça, a começar já esta terça-feira, à porta do Supremo Tribunal de Justiça, onde se realiza a cerimónia oficial do início do ano judicial, com uma manifestação de funcionários.

Os mesmos agentes que, em janeiro do ano passado e dando seguimento a um apelo do presidente da República, se uniram e acordaram 89 medidas para o setor. Passado um ano, o Pacto da Justiça de Marcelo não saiu da gaveta dos políticos. Aliás, para surpresa e revolta de magistrados e juízes, PS e PSD pareceram até chegar a outro compromisso que os deixou à margem.