Nacional

António José Seguro é o novo líder do PS

António José Seguro é o novo líder do PS

António José Seguro, 49 anos, ex-líder da Juventude Socialista, ministro-adjunto de António Guterres, antigo eurodeputado e ex-líder da bancada parlamentar, é o 7.º secretário-geral do PS.

Os resultados provisórios, numa altura em que ainda há urnas abertas, apontam para uma vitória com cerca de 65% dos votos.

Há muito que Seguro ambicionava este momento e, dizem os críticos, passou os últimos anos a trabalhar as bases para garantir a eleição. Na hora da decisão, teve a seu lado a maioria dos presidentes de secção, concelhias, federações e autarcas socialistas e o aparelho deu-lhe a confiança que pedia: os dados preliminares, apurados até às 21 horas, apontavam para uma vitória na ordem dos 65%.

O único opositor, Francisco Assis, ex-líder da bancada e deputado pelo Porto, apoiado pela "entourage" de José Sócrates, terá ficado pelos 35% e ganho, por uma dezena de votos, na federação do Porto, a maior do país, cujo líder, Renato Sampaio, o apoiava.

As eleições para o novo secretário-geral decorreram ontem e este sábado. As últimas urnas fecham apenas às 23 horas, pelo que só durante a madrugada de hoje haverá resultados definitivos. António José Seguro já está na sede do PS no Largo do Rato, em Lisboa, onde também é esperado Francisco Assis. Ambos deverão falar à Imprensa quando os resultados oficiais forem conhecidos.

As eleições ficaram marcadas por um incidente, ontem, numa secção de Odivelas, com a candidatura de Assis a levantar a suspeita de "fraude eleitoral" e a responsabilizar a presidente da Câmara local, Susana Amador, pelo sucedido. Hoje, ao votar em Amarante, Assis disse que "tudo foi esclarecido", pediu desculpa pela suspeita e deu o caso por encerrado.

O outro incidente registou-se em Paredes, na Federação do PS Porto, onde o acto eleitoral terá de ser repetido no dia 30, devido a um lapso na distribuição dos boletins de voto, disse ao JN o presidente da Comissão Organizadora do Congresso, Joaquim Raposo.