Exclusivo Edição Impressa

Apps com acesso ilegal a informações pessoais

Apps com acesso ilegal a informações pessoais

Estudo internacional revela que 83% das aplicações de telemóvel e tablet acedem a dados sensíveis do utilizador.

Ao descarregar uma aplicação (app) para o telefone ou tablet, estamos a escancarar a porta para a nossa a vida, permitindo o acesso a informações pessoais. Um estudo recente conclui que 83 em cem aplicações acedem a dados sensíveis do utilizador. A Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) alerta que as apps pedem acesso a dados desnecessários ao serviço, o que é ilegal.

Leia mais na versão e-paper ou na edição impressa.

Conteúdo Patrocinado