Nacional

Assunção Esteves eleita para presidente da Assembleia da República

Assunção Esteves eleita para presidente da Assembleia da República

Assunção Esteves foi eleita para presidente da Assembleia da República, esta terça-feria à tarde. A ex-juíza do Tribunal Constitucional e ex-eurodeputada foi a solução proposta por Pedro Passos Coelho após a nega, segunda-feira, a Fernando Nobre.

Assunção Esteves é a primeira mulher a presidir à Assembleia da República. A ex-juíza obteve 186 dos 230 votos possíveis, somando aos 108 do PSD, os votos do CDS, que já tinha manifestado apoio à ex-eurodeputada, e de deputados de outras bancadas, provavelmente do PS.

Esta proposta do PSD surge depois de o independente Fernando Nobre ter falhado a eleição para presidente da Assembleia da República duas vezes ter desistido da sua candidatura.

Maria Assunção Andrade Esteves tem 54 anos e foi eleita deputada pela primeira vez em 1987, pelo círculo de Vila Real, na primeira maioria absoluta do PSD, durante a liderança de Cavaco Silva.

Em 2002, com Durão Barroso à frente do PSD, Assunção Esteves voltou a ser eleita deputada pelo círculo de Vila Real e nessa legislatura foi presidente da Comissão Parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias.

Em 2004, deixou a Assembleia da República para ir para o Parlamento Europeu, depois de ter sido eleita nas europeias desse ano pela lista da coligação PSD/CDS-PP.

Quando Pedro Passos Coelho se candidatou pela primeira vez à liderança do PSD, em 2008, contra Manuela Ferreira Leite e Pedro Santana Lopes, Assunção Esteves declarou-lhe apoio, considerando que este representava "o renascer de uma linha social liberal há muito esquecida" no partido.

Nas legislativas de 5 de Junho, foi eleita pelo círculo de Lisboa, onde ocupou o sexto lugar da lista de candidatos do PSD.

ver mais vídeos