Premium

Caçámos mais de 2,2 milhões de animais

Caçámos mais de 2,2 milhões de animais

Portugal teve 2,251 milhões de animais de diversas espécies caçados na época venatória de 2016/2017, a última sobre a qual o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) tem os dados mais atualizados sobre os abates. Em média, cada caçador, dos mais de 120 mil que se licenciaram para a prática ancestral naquele período, abateu 542 animais.

Quem não conhece o universo da caça pode considerar tais números exagerados. Todavia, os caçadores argumentam que nunca se mataram tão poucos animais em tantos anos de atividade. Outra visão têm os defensores dos animais, que apelam ao Governo para ponha um ponto final na "atividade predatória do ser humano" na natureza nacional.

A maioria das espécies abatidas é de pequeno porte. Mas, a passos largos, está a ganhar terreno a quantidade de caça grossa, como o javali ou o veado. É, aliás, com estas últimas espécies que os praticantes tentam fazer face a uma diminuição das outras, que eram mais abatidas no passado, como coelhos-bravos ou lebres.