Precariedade

Call centers já empregam perto de cem mil pessoas

Call centers já empregam perto de cem mil pessoas

Sindicatos denunciam más condições de trabalho, mas associação nega que essa seja a norma no setor. Partidos preparam mudanças.

Os call centers empregam entre 80 e 100 mil pessoas e continuam a crescer. A estimativa é da Associação Portuguesa dos Contact Centers (APCC) que, no fim do ano, terá os resultados iniciais de um retrato exaustivo do setor. Mas é certo que o número continua a subir: o call center da Altice de Oliveira do Hospital (ver texto ao lado) é a mais recente abertura. O peso crescente no emprego e as insistentes queixas sobre más condições laborais - rebatidas pelo setor - levam os partidos que suportam o Governo a admitir mudar a lei.

Leia mais na versão e-paper ou na edição impressa.