Premium

Calor no Norte da Europa afasta turistas do Algarve

Calor no Norte da Europa afasta turistas do Algarve

Hoteleiros registam quebra de 10% nos mercados alemão e holandês este verão. A descida é compensada pela recuperação de visitantes britânicos e subida dos nacionais.

As ondas de calor anormais que se têm feito sentir no Norte da Europa, onde os termómetros insistem em bater recordes, estão a afastar turistas holandeses e alemães do Algarve neste verão. A ideia é defendida por Elidérico Viegas, presidente da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), que ainda assim se mostra confiante numa temporada com níveis idênticos aos do ano passado.

"Há efetivamente uma descida de cerca de 10% de alemães e holandeses, que terá a ver com alguma oscilação da economia nesses países, mas sobretudo com as alterações climáticas. Com as temperaturas muito mais altas que o habitual, as pessoas começam a sentir menos necessidade de viajarem até ao Sul da Europa para apanharem sol e calor. Aliás, a descida do mercado alemão é geral para todos os destinos de praia, não só Portugal", explica ao JN o líder da AHETA.