Premium

Coimbra mantém Franco doutor "honoris causa"

Coimbra mantém Franco doutor "honoris causa"

O ditador espanhol Francisco Franco vai continuar a constar como doutor "honoris causa" pela Universidade de Coimbra, ao contrário da de Santiago de Compostela, que retirou o caudilho da sua "lista de ilustres", e da de Salamanca, que "rejeitou a concessão" daquele título.

"A Universidade de Coimbra não revê as suas atribuições de grau "honoris causa", mesmo que se revele terem sido um erro", respondeu ao JN a reitoria da UC.

Franco "não reúne os méritos científicos nem pessoais para ostentar esta honra e, em consequência, o seu nome é retirado da lista de ilustres honoris causa", onde constava desde 1965, anunciou a universidade galega em novembro de 2006, em plena discussão da Lei da Memória Histórica 2007, que visa reparar as vítimas do franquismo (1936-75).