Crime

Corpo de português morto na Nigéria chega a Portugal no sábado

Corpo de português morto na Nigéria chega a Portugal no sábado

O corpo do cidadão português assassinado na Nigéria chegará a casa na madrugada do próximo sábado, dia 9, apurou o JN junto de fonte próxima da família.

A notícia da morte de José Machado, um engenheiro civil de 51 anos, foi revelada pelo Governo português no passado dia 29 de novembro.

Se não houver atrasos na ponte área entre a Nigéria e Portugal com escala na Holanda, o funeral deverá realizar-se às 11.30 horas de sábado a partir da igreja de Constance, Marco de Canaveses, para o cemitério local confidenciou a fonte.

Recorde-se que José Machado trabalhava, juntamente com outros cidadãos estrangeiros e nigerianos, na reabilitação de uma estrada de 45 quilómetros, quando a 23 de outubro, um grupo terrorista surgiu por detrás de uma área de vegetação e atacou o local.

José Machado, casado, pai de um filho na casa dos 20 anos, já trabalhava há vários meses naquela zona da Nigéria.

Os terroristas chegaram a exigir um resgate financeiro para libertar José Machado. Na escassa troca de comunicações, o grupo raptor terá garantido que o refém estava vivo. O montante exigido não foi revelado pelas autoridades.