Nacional

Costa aconselha Passos a dedicar-se a caçar "pokémons"

Costa aconselha Passos a dedicar-se a caçar "pokémons"

O primeiro-ministro defendeu hoje que não tem o menor cabimento colocar-se um cenário de segundo resgate financeiro a Portugal e, numa indireta ao PSD, sugeriu que quem espera o "diabo" melhor fará em dedicar-se a caçar "pokémons".

António Costa falava no final de uma visita ao Liceu Passos Manuel, onde estudou em jovem, deslocação em que esteve acompanhado pelo ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e que se destinou a assinalar a abertura do ano escolar.

Interrogado pelos jornalistas sobre o facto de a agência de rating "Moody's" ter afastado um cenário de segundo resgate financeiro a Portugal, o líder do executivo respondeu: "Nunca estive intranquilo, porque sempre disse que não faz o sentido, não tem qualquer cabimento, falar em qualquer tipo de resgate".

Mais à frente, numa alusão indireta às previsões económico-financeiras do PSD, António Costa declarou que "quem anda à procura de encontrar o diabo mais vale dedicar-se à caça de pokémons, porque caçar pokémons é mais fácil do que encontrar o diabo".


Já o líder do PSD, que falava aos jornalistas no final de um encontro com o primeiro-ministro, em São Bento, a propósito da cimeira de Bratislava, escusou-se também a comentar a declaração de António Costa que, numa alusão indireta às previsões económico-financeiras do PSD.

"Não conhecia essas declarações, mas não sinto nenhuma necessidade de fazer qualquer comentário sobre elas, acho que elas falam por si", disse apenas.