Debate quinzenal

Costa diz que não há despedimentos previstos na CGD

Costa diz que não há despedimentos previstos na CGD

O primeiro-ministro afirmou esta quarta-feira que, do que conhece, o plano de reestruturação da Caixa Geral de Depósitos não prevê despedimentos de trabalhadores.

Por outro lado, "pode haver" uma redução de balcões no estrangeiro, admitiu António Costa, após questionado pela deputada do PEV Heloísa Apolónia, no debate quinzenal no parlamento.

"Não estão previstos neste momento, do que eu conheço do plano, despedimentos. O que está previsto é uma redução normal tendo em conta as reformas", disse António Costa.

Conteúdo Patrocinado