Premium

Disparam pedidos de viciados no jogo online para serem barrados

Disparam pedidos de viciados no jogo online para serem barrados

Só num ano, mais de 14 mil jogadores que apostam dinheiro em jogos online pediram para serem barrados dos sites onde estão registados.

Fazem apostas desportivas ou investem em jogos de fortuna e azar e o vício instala-se de tal forma, que acabam a pedir a autoexclusão. O jogo online tem vindo a crescer em Portugal: são casinos abertos 24 horas por dia e em qualquer lugar. Só no primeiro trimestre deste ano, estes sites faturaram quase 50 milhões de euros e há 1,3 milhões de jogadores registados.