Incêndios

"É mesmo verdade?", diz Rio sobre preço das golas inflamáveis

"É mesmo verdade?", diz Rio sobre preço das golas inflamáveis

Rui Rio questionou, este sábado, se "é mesmo verdade" que a empresa do marido de uma autarca socialista vendeu a preços superiores aos de mercado as golas feitas em material inflamável que foram distribuídas à população, no âmbito do programa "Aldeia Segura, Pessoas Seguras".

"Isto é mesmo verdade? Uma empresa de turismo, criada há poucos meses pelo marido de uma autarca do PS, vende um produto inflamável para usar durante os incêndios a preços muito superiores aos de mercado?", escreveu o líder social-democrata no Twitter, onde, no dia anterior, tinha manifestado incompreensão pela entrega de material inflamável a quase duas mil povoações ao abrigo do programa de autoproteção das populações, noticiada pelo JN.

A mensagem é acompanhada de uma notícia que refere que a empresa Foxtrot Aventuras, fabricante que recebeu 328 mil euros pelo fornecimento dos "kits" de emergência - dos quais 125 mil foram para a produção de 70 mil golas -, foi constituída em dezembro de 2017 e é detida por Ricardo Fernandes, marido de uma autarca do PS de Guimarães.

Na edição impressa deste sábado, o JN dá conta de que a Proteção Civil pagou mais do dobro pelas golas antifumo à empresa, destinada ao programa da Proteção Civil, do que aquilo que custariam a valores normais.

Por cada um destes equipamentos, que são feitos de materiais inflamáveis e não evitam a inalação de fumos, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) deu 1,80 euros, num total de 125 706 euros. Mas, numa consulta ao mercado, o JN apurou que o valor por peça, também de poliéster, ronda entre 63 e os 74 cêntimos (com IVA).

A empresa garante que o montante cobrado se deveu à urgência na entrega dos produtos e à dimensão da encomenda. Já a ANEPC assegurou que a Foxtrot Aventura foi a única que apresentou uma proposta, de um total de cinco empresas que convidou para proporem preços para as golas e os kits de emergência. Sendo que nenhuma delas alguma vez fornecera tais produtos com esta especificidade - uma delas até vende eletrodomésticos.