Audiovisual

EDP cobra três euros a quem devia pagar só um

EDP cobra três euros a quem devia pagar só um

Clientes com carências económicas têm tarifa especial. Devia ser automática, mas queixas ficam sem resposta.

Noémia Barbosa está em guerra aberta com a EDP desde o início de 2017. A empresa continua a cobrar-lhe três euros de contribuição para o Audiovisual, apesar de inúmeros protestos em loja, chamadas telefónicas, reclamações e envio de documentos provando que tem direito a pagar o valor reduzido, de um euro. Só depois de confrontada pelo JN é que a EDP admitiu "um erro de sistema" e prometeu devolver o dinheiro cobrado a mais. Não é possível saber quantas pessoas estão na mesma situação e pagam por inteiro, apesar de terem direito ao valor reduzido.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

ver mais vídeos