Nacional

Estado contrata estagiários mas não lhes dá empregos

Estado contrata estagiários mas não lhes dá empregos

A Administração Pública abriu mais uma ronda de estágios para jovens com formação superior. Para a terceira edição do Programa de Estágios Profissionais na Administração Central existem 1437 vagas, a maior parte nas áreas da justiça e segurança social.

Os eleitos vão receber 692 euros durante 12 meses (785 euros com subsídio de refeição), sem qualquer perspetiva de emprego. As estatísticas oficiais do desemprego ficarão sempre mais leves no caso dos licenciados desempregados que consigam aceder a estes estágios.

"O PEPAC não prevê qualquer contratação após a realização do estágio", afirmou fonte oficial do INA - Direção-Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas. O programa merece, por isso, a desaprovação dos sindicatos da Administração Pública que falam em mão de obra barata e em expectativas ilusórias.

Leia mais na versão e-paper ou na edição impressa.