Nacional

Fernando Nobre renunciou ao mandato de deputado

Fernando Nobre renunciou ao mandato de deputado

Fernando Nobre, deputado independente eleito pelo PSD, não vai regressar à Assembleia da República após a derrota da candidatura à presidência do Parlamento. O pedido de renúncia de mandato foi entregue ao grupo parlamentar social-democrata na passada sexta-feira.

A notícia foi avançada pela RTP e já confirmada pelo JN.

A renúncia de Fernando Nobre será oficialmente comunicada ao plenário na próxima sessão, a 20 de Julho.

Fernando Nobre afirma que renuncia ao mandato de deputado pelo PSD com "alguma tristeza", mas justifica a decisão por sentir-se mais útil na acção humanitária, numa carta em que elogia o presidente social-democrata, Pedro Passos Coelho.

Na carta de renúncia ao mandato do lugar de deputado do PSD, datada de sexta-feira, dirigida à presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, e à qual a agência Lusa teve acesso, o ex-candidato presidencial apresenta os motivos que o levaram a não exercer o seu mandato no Parlamento.

"É com alguma tristeza que me afasto das funções de recém-eleito deputado, mas estou certo e ciente de que serei, como já referi, mais útil aos portugueses, a Portugal e ao mundo na acção cívica e humanitária que constitui a minha marca identitária", refere na carta.

Na História da Democracia portuguesa, Fernando Nobre, presidente da AMI e candidato nas últimas eleições presidenciais, foi o primeiro candidato a presidente da Assembleia da República a falhar a eleição para esse cargo.

Ricardo Augustus Guerreiro Baptista Leite é quem deverá ocupar o lugar deixado vago na bancada do PSD, segundo a lista do PSD/Lisboa que concorreu às Legislativas.

O antigo candidato independente à Presidência da República, e posteriormente candidato à presidência da Assembleia da República (AR), não assistiu, na semana passada, ao debate do programa de Governo alegando motivos de saúde.

O nome de Fernando Nobre foi chumbado para a presidência da AR, em duas rondas de votação, ao não reunir sequer o apoio dos 108 deputados do PSD. A social-democrata Assunção Esteves acabou por ser eleita presidente da AR.

ver mais vídeos