Nacional

FMI "pronto para ajudar" Portugal mas ainda não recebeu pedido

FMI "pronto para ajudar" Portugal mas ainda não recebeu pedido

O Fundo Monetário Internacional está "pronto para ajudar" Portugal, se a ajuda vier a ser solicitada, disse, quarta-feira, fonte oficial da instituição financeira internacional.

"Vimos as declarações do primeiro ministro José Sócrates e do presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, sobre a intenção de Portugal pedir a activação de mecanismos de apoio financeiro", disse à Lusa a porta-voz do FMI em Washington, Estados Unidos.

"Não recebemos um pedido de ajuda financeira. Estamos prontos para ajudar Portugal", adiantou, escusando-se a responder a mais perguntas.

O primeiro-ministro anunciou hoje que o Governo português fez um pedido de assistência financeira à Comissão Europeia, decisão que adiantou ter sido comunicada ao Presidente da República.

"O Governo decidiu hoje mesmo dirigir à Comissão Europeia um pedido de assistência financeira de forma a garantir as condições de financiamento do nosso país, ao nosso sistema financeiro e à nossa economia. Fizemo-lo nos termos que têm em conta a situação política nacional e as limitações constitucionais do Governo, como Governo de gestão", declarou o primeiro-ministro.

O presidente do PSD apoiou o apoio ao pedido de ajuda financeira externa feito pelo Governo, acrescentando que o seu partido está disponível para apoiar "um quadro de ajuda mínimo" a negociar pelo Executivo.

Já Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia, garantiu ao primeiro-ministro que o pedido de activação dos mecanismos de auxílio financeiro será tratado "da forma mais expedita possível, de acordo com as regras pertinentes.