Incêndios

Força Especial de Bombeiros já não vai ajudar na Grécia

Força Especial de Bombeiros já não vai ajudar na Grécia

Os 50 elementos da Força Especial de Bombeiros já não vão para a Grécia combater os incêndios florestais, depois de ter sido desativada a ajuda do Mecanismo Europeu de Proteção Civil.

Fonte oficial do Ministério da Administração Interna avançou à Lusa que, na sexta-feira, o Mecanismo Europeu de Proteção Civil informou Portugal de que a Grécia dispensa a ajuda dos meios portugueses, tendo em conta que já não é necessária mais assistência.

Na terça-feira, o ministro Eduardo Cabrita anunciou o envio por parte de Portugal de 50 elementos da Força Especial de Bombeiros para ajudar a combater os incêndios na Grécia, dando resposta a um pedido feito através do Mecanismo Europeu de Proteção Civil.

Na altura, Eduardo Cabrita adiantou que estes 50 elementos da FEB iriam partir para a Grécia até quarta-feira, depois de tratadas as questões logísticas.

A agência de notícia Efe avança também que os dois aviões Canadair enviados pelo Governo espanhol na terça-feira para a Grécia regressaram a Espanha este sábado, depois da Grécia ter desativado o pedido de apoio feito ao Mecanismo Europeu de Proteção Civil.

Os incêndios que que assolaram a costa de Atenas, na Grécia, na segunda-feira, provocaram 88 mortos e mais de 3500 casas ficaram destruídas, tendo o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, assumido "a responsabilidade política pela tragédia".

O governo de Alexis Tsipras pediu ajuda internacional na noite de segunda-feira, tendo alguns países respondido com meios de apoio, que neste momento já não são necessários.

ver mais vídeos