Despacho

Governo declara Situação de Alerta e proíbe fogo-de-artifício e queimadas

Governo declara Situação de Alerta e proíbe fogo-de-artifício e queimadas

Portugal continental está em Situação de Alerta de agravamento do risco de incêndio florestal até domingo à noite.

Mais de 40 concelhos dos distritos de Faro, Beja, Portalegre, Leiria, Santarém, Castelo Branco, Coimbra, Viseu e Guarda apresentam, esta quarta-feira, risco máximo de incêndio, segundo o IPMA, que colocou ainda vários concelhos em risco muito elevadoe elevado de incêndio.

Face às previsões meteorológicas, o Governo declarou, na terça-feira, a Situação de Alerta de agravamento do risco de incêndio florestal entre a meia-noite de quarta-feira e as 23.59 de domingo, para todo o território continental.

Nível vermelho de combate a incêndios em 13 distritos

Um despacho do Ministério da Administração Interna e do Ministério da Agricultura refere que a Proteção Civil determinou a passagem de estado de alerta especial nível vermelho do dispositivo especial de combate a incêndios rurais para 13 distritos do Centro e Norte do país: Aveiro, Braga, Bragança, Castelo Branco, Santarém, Coimbra, Guarda, Portalegre, Porto, Vila Real, Viana do Castelo, Viseu e Leiria.

O documento definiu também a passagem a estado de alerta laranja para os distritos de Évora, Lisboa e Setúbal, permanecendo Beja e Faro em alerta laranja, que já estava em vigor.

Entre outras medidas de caráter excecional no âmbito da Situação de Alerta, consta a "elevação do grau de prontidão e resposta operacional por parte da GNR e da PSP", com reforço de meios para operações de vigilância, fiscalização, patrulhamento e apoio geral às operações de proteção e socorro que possam vir a ser desencadeadas, e a proibição total de utilização de fogo-de-artifício ou de outros artefactos pirotécnicos.

Prevê-se ainda a proibição do acesso e circulação nos espaços florestais previamente definidos nos planos municipais de defesa da floresta contra incêndios, bem como em caminhos florestais e rurais. Estão também proibidas queimadas e queimas.