Partido Socialista

Homenagem a Mário Soares e aos fundadores do PS no arranque do congresso

Homenagem a Mário Soares e aos fundadores do PS no arranque do congresso

O 22º Congresso socialista começou pouco depois das 20 horas com um ardina, de ação socialista na mão, a anunciar uma homenagem "ao senador e pai da democracia portuguesa", a Mário Soares.

Seguiu-se um vídeo para "celebrar a sua vida e o seu legado", com imagens e declarações do histórico dirigente socialista, bem como da mulher da sua vida, Maria Barroso, incluindo o célebre poema dela a ele dedicado. A homenagem terminou com uma sentida salva de palmas a Mário Soares, falecido em janeiro de 2017, e aos demais fundadores do partido que foram todos nomeados, um por um, ao som das palmas, um momento que terminou com uma grande ovação e com o congresso a aplaudir de pé.

Seguiu-se uma recriação histórica de uma comunicação do Movimento das Forças Armadas a anunciar o 25 de abril de 1974, com uma imagem de Salgueiro Maia no ecrã gigante, seguida de imagens de arquivo daquele dia ao som de Grândola Vila Morena. Seguiu-se a chegada histórica de Mário Soares a Lisboa, vindo do exílio em França, em plena Revolução.