Incêndios

PT com 600 técnicos no terreno para restabelecer comunicações

PT com 600 técnicos no terreno para restabelecer comunicações

A Portugal Telecom tem no terreno 600 técnicos e 17 unidades móveis a trabalhar para restabelecer as comunicações afetadas devido aos incêndios que lavram no país, informou fonte da empresa.

"A PT Portugal tem neste momento cerca de 600 técnicos e todas as unidades móveis [17] a assegurar as comunicações e a trabalhar no seu restabelecimento em locais onde foram afetadas", confirmou à agência Lusa fonte da empresa.

A resposta da empresa tem por base a ocorrência de falhas nas comunicações móveis reportadas em vários pontos do país. Num dos relatos que chegou ao JN sobre o tema, Fernando Lopes, emigrante em França, lamentava não conseguir falar com a família desde as 19 horas.

"A última coisas que o meu irmão me disse é que ia morrer", confessou em desespero, referindo-se à família que vive em Laborins, Penacova, mesmo ao lado da aldeia onde morreram duas pessoas este domingo.

"Há ainda muitas zonas onde as equipas da PT não podem chegar devido à intensidade dos incêndios", referiu a empresa, reconhecendo que "devido ao número e dispersão geográfica dos mesmos estão a ocorrer problemas pontuais e esporádicos na rede, os quais estão a ser resolvidos".

Ainda segundo a mesma fonte da empresa "nos próximos dias e à semelhança do que foi feito nos últimos meses, as equipas da PT irão trabalhar no sentido de garantir o rápido estabelecimento das comunicações a todas as populações".

Segundo a Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) mais de 30 incêndios de "grande complexidade" continuam hoje à noite ativos no país e estão a ser combatidos por mais de seis mil operacionais, apoiados por 1.600 viaturas.

Durante o dia de domingo foram registados 443 incêndios, sendo que os distritos mais afetados foram Aveiro (com 56 fogos), Braga (com 38), Coimbra (com 25), Porto (com 120 incêndios) e Viseu (com 36).

ver mais vídeos