Ranking

Jornal "Politico" coloca António Costa entre os 10 mais influentes da Europa

Jornal "Politico" coloca António Costa entre os 10 mais influentes da Europa

O primeiro-ministro português, António Costa, aparece em 9.º lugar numa lista das 28 personalidades que mais vão influenciar o futuro da Europa em 2018, publicada esta quinta-feira pelo jornal "Politico".

António Costa é apontado como "uma coisa rara na Europa de hoje: um socialista bem sucedido" e o jornal cita mesmo o ex-presidente francês, François Hollande, quando, em declarações ao Expresso, disse que "o que está a acontecer em Portugal é um exemplo" do que um governo pode fazer quando se tem "um programa credível" e se mantém "fiel aos seus valores".

Apesar de reconhecer que a popularidade do primeiro-ministro foi afetada pelas críticas em torno dos incêndios trágicos de junho e outubro em Portugal, onde morreram mais de 100 pessoas, o Politico diz que os apoiantes do Governo acreditam que a recuperação económica acelerada de Portugal vai fazer com que Costa recupere rapidamente.

O primeiro-ministro é apontado como um "campeão da mudança" , capaz de "virar a página da austeridade" e que mostrou uma "notável capacidade de equilíbrio" entre as exigências dos seus parceiros partidos de Esquerda para reverter as medidas de "apertar do cinto", em simultâneo com "uma economia cautelosa" que agradou aos investidores internacionais e os parceiros europeus na Zona Euro.

O site de atualidade política europeia lembra que, no próximo ano, o primeiro-ministro vai ter de enfrentar um novo líder da oposição e usar as suas "habilidades políticas" para gerir um "relacionamento complicado" com os parceiros parlamentares de extrema-esquerda que apoiam o Governo minoritário. "O objetivo é garantir uma maioria absoluta nas eleições legislativas previstas para 2019", diz o site.

O ranking é encabeçado pelo alemão Christian Lindner, líder do Partido Liberal Democrático, a que se seguem os nomes de Michael Gove, ministro do Ambiente britânico, e Muriel Pénicaud, ministra do Trabalho francesa. Dele constam ainda o ex-primeiro-ministro belga Guy Verhofstadt"s (em 10.º lugar) e a espanhola Ana Botín, presidente do grupo Santander (16.º ).