Premium

Milhares de camionistas estrangeiros contratados de urgência

Milhares de camionistas estrangeiros contratados de urgência

No último ano, mais de dois mil motoristas de transporte rodoviário de mercadorias brasileiros e cerca de mil venezuelanos começaram a trabalhar em Portugal.

Os patrões estimam que faltem cerca de cinco mil profissionais no setor. A falta de camionistas é de tal forma grave que há transportadoras que estão a oferecer bónus de 150 euros a quem indicar o nome de homens ou mulheres com carta de pesados. No Brasil, há empresas que fazem lá o recrutamento.

Ao aeroporto de Lisboa, chegaram há dias 30 camionistas brasileiros, já com contrato de trabalho recrutados por uma das maiores transportadoras nacionais. Outros vêm por iniciativa própria e, já em Portugal, as empresas tratam da legalização. Com os oriundos da Venezuela, o percurso é diferente. "Normalmente, entram por Espanha por causa de fazerem parte da América Latina, facilitando a autorização de viajar, e depois passam para Portugal", explicou um elemento do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.