Saúde

Ministra diz que está a trabalhar para resolver problemas nas farmácias hospitalares

Ministra diz que está a trabalhar para resolver problemas nas farmácias hospitalares

A ministra da Saúde disse, em Coimbra, que as suas equipas estão a trabalhar para ultrapassar a questão da falta de recursos humanos nas farmácias hospitalares.

"A preocupação da senhora bastonária da Ordem dos Farmacêuticos mereceu-me a mesma preocupação, com a circunstância adicional de que à ministra da Saúde cabe-lhe ultrapassar os problemas", disse Marta Temido.

A governante, que falava aos jornalistas à margem do encontro "Liderança e Governação Clínica - Um compromisso com o SNS", adiantou que é nisso que as suas equipas estão a trabalhar neste momento, prometendo mais desenvolvimentos durante o dia.

A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos alertou hoje que a segurança dos doentes está posta em causa nos hospitais públicos por falta de profissionais e diz que só falta aos farmacêuticos "lavar o chão" das farmácias hospitalares.

A bastonária Ana Paula Martins escreveu esta semana uma carta à ministra da Saúde na qual manifesta a sua "maior preocupação" com a falta de recursos humanos nos hospitais, concretamente nas farmácias hospitalares, responsáveis pela preparação dos medicamentos dos doentes.

"A segurança está em causa porque os farmacêuticos não são em número suficiente para as atividades que já hoje têm", escreve a bastonária na carta enviada a Marta Temido, em que dá exemplos de atividades que os farmacêuticos tiveram de deixar de realizar nos hospitais.

Em entrevista à agência Lusa, Ana Paula Martins manifesta-se "muito preocupada com a possível falta de segurança que se está a viver nos hospitais", apesar de ressalvar que não tem denúncias de casos concretos com doentes específicos.

ver mais vídeos