O Jogo ao Vivo

Nacional

Misericórdias e IPSS prontas para receber refugiados

Misericórdias e IPSS prontas para receber refugiados

São 120, repartidas irmãmente, as instituições particulares de solidariedade social (IPSS) e misericórdias prontas para acolher refugiados.

As mutualidades também estão disponíveis e a Plataforma de Apoio aos Refugiados (PAR) tem já prontas 85 habitações. A Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) revela, para a semana, as disponibilidades das autarquias. E, ao JN, o ministro Miguel Poiares Maduro garante não haver ainda qualquer data para a chegada do primeiro grupo.

O presidente da União das Misericórdias Portuguesas (UMP) revela serem cerca de 60 as instituições com fogos disponíveis para acolher refugiados, num total de 168. No total, são 104 as misericórdias, de um universo nacional de 400, prontas a ajudar, mas nem todas podem assegurar um alojamento independente. Refira-se, a propósito, os seis pilares do acolhimento: habitação autónoma, alimentação e vestuário, acesso à educação, aprendizagem da língua portuguesa, acesso à saúde e acesso ao mercado de trabalho.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa