Nacional

Negrão considera que Ferro não cumpriu pose de Estado

Negrão considera que Ferro não cumpriu pose de Estado

O social-democrata Fernando Negrão, que perdeu para o socialista Ferro Rodrigues a eleição para presidente da Assembleia da República, considerou esta sexta-feira que este fez uma primeira intervenção sem equidistância e não cumpriu rigorosamente uma pose de Estado.

Em declarações aos jornalistas, no final da primeira reunião plenária da XIII Legislatura, Fernando Negrão disse sentir que neste momento existem "dois blocos" no parlamento, que se poderão manter "em permanente luta política" - de um lado, PSD e CDS-PP, do outro, PS e as forças à sua esquerda - e culpou os socialistas, dizendo que só dialogam "com uma parte do espectro partidário".

Quanto ao discurso feito esta sexta-feira por Ferro Rodrigues, o deputado do PSD comentou: "É a segunda figura do Estado, deve ter uma posição de equidistância, e nós ouvimos o presidente da Assembleia da República fazer um discurso que é o discurso do PS, até do PCP, até do Bloco de Esquerda. Portanto, não houve propriamente o cumprimento rigoroso de uma pose de Estado".

Imobusiness