Nacional

Para Marques Mendes e Graça Moura a subida de impostos está mal explicada

Para Marques Mendes e Graça Moura a subida de impostos está mal explicada

O ex-eurodeputado social-democrata Vasco Graça Moura considerou que o aumento de impostos está a ser mal explicado e a traduzir-se num "incomportável sacrifício" da classe média, sublinhando que o Governo precisa de "reenquadrar, reexaminar e reexplicar" as medidas.

"Ouvi na rádio o comentário do doutor Marques Mendes de que este aumento de impostos está a ser muito mal explicado e que está a traduzir-se num incomportável sacrifício das classes médias. Estou inteiramente de acordo", afirmou Vasco Graça Moura, em declarações aos jornalistas à margem da Universidade de Verão do PSD, que decorre em Castelo de Vide até domingo.

Sublinhando que um país moderno e civilizado da Europa ocidental "não pode existir sem uma classe média forte", Graça Moura defendeu "que terá de ser reenquadrado, reexaminado, reexplicado tudo isso que está a ser decidido a nível do Governo e do ministério das Finanças".

Caso contrário, acrescentou, os eleitores que elegeram o PSD para o Governo "sentir-se-ão bastante desorientados, para não dizer frustrados com o que parece desenhar-se como horizonte".

Questionado se entende que o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, está a quebrar as promessas eleitorais, o antigo eurodeputado do PSD recusou para já essa ideia.

Na TVI, Marques Mendes acusou o ministro das Finanças de não ter dado "nenhuma explicação convincente" para o novo aumento de impostos.

Isso "Irrita toda a gente", até os "laranjinhas", disse Marques Mendes, defendendo que muitos sociais-democratas estão "incomodados porque também andaram, antes das eleições, a prometer cortar na despesa e não tanto aumentar impostos".