Parlamento

Aprovado pesar por Belmiro de Azevedo com voto contra do PCP

Aprovado pesar por Belmiro de Azevedo com voto contra do PCP

A Assembleia da República aprovou esta quarta-feira um voto de pesar pela morte do empresário Belmiro de Azevedo, falecido hoje, manifestando "total solidariedade" à família e amigos, apesar dos votos contra de PCP e abstenções de BE e PEV.

"A Sonae está hoje presente na comunicação social, telecomunicações, retalho, desenvolvendo ao mesmo tempo, através da sua fundação, uma obra social muito assinalável nos domínios da educação, cultura e solidariedade", lê-se no texto.

Os deputados destacaram ainda o percurso do homem nascido no Marco de Canaveses em 1938 que "soube transformar a Sonae numa referência internacional".

"O país continua a olhar para a Sonae como um referencial de criação de riqueza e emprego, na certeza de que continuará a procurar os melhores padrões de inovação empresarial e responsabilidade social", refere ainda o voto de pesar.

Em 2006, o engenheiro de formação foi condecorado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique pelo então presidente da República, Jorge Sampaio.

ver mais vídeos