Nacional

PCP: declarações de Ferreira Leite são "infelizes e despropositadas"

PCP: declarações de Ferreira Leite são "infelizes e despropositadas"

O PCP rotulou de "infelizes e despropositadas" as declarações da líder do PSD sobre a democracia numa altura em que "direitos, liberdades garantias" estão a ser alvo de ataques.

"Estas declarações são naturalmente infelizes e despropositadas", afirmou à Agência Lusa o líder parlamentar do PCP, Bernardino Soares.

"O PSD pode dizer que é ironia, mas há ironias que não se podem fazer e esta é uma delas", concluiu.

Manuela Ferreira Leite defendeu hoje que, em democracia, não é possível fazer reformas contra as classes profissionais, demarcando-se da atitude do Governo no que respeita à reforma do sistema de justiça.

"Quando não se está em democracia é outra conversa, eu digo como é que é e faz-se", observou a presidente do PSD, acrescentando: "E até não sei se a certa altura não é bom haver seis meses sem democracia, mete-se tudo na ordem e depois então venha a democracia".

Em declarações à Lusa, Bernardino Soares afirmou que as afirmações de Manuela Ferreira Leite são "mais graves e despropositadas" quando se assiste, no país, a "um ataque aos direitos, liberdades e garantias" seja na "legislação do trabalho ou até no direito de manifestação".