Nacional

Portas diz que Ferreira Leite não pode "suspender democracia"

Portas diz que Ferreira Leite não pode "suspender democracia"

O líder do CDS-PP, Paulo Portas, afirmou esta terça-feira não estar ao alcance da presidente do PSD "suspender a democracia", mas sustentou que está ao alcance da social-democrata suspender o pacto de Justiça assinado com o PS.

 

Falando no final de um almoço promovido pela Câmara de Comércio Luso-Americana, a presidente do PSD, a propósito da reforma do sistema de justiça, perguntou se "não é bom haver seis meses sem democracia" para "pôr tudo na ordem".

Instado pelos jornalistas a comentar estas declarações, Paulo Portas falou apenas da reforma do sistema de Justiça.

"Eu suponho que a presidente do PSD estava a falar situação da justiça. Não creio que esteja ao alcance da doutora Manuela Ferreira Leite suspender a democracia, mas está ao alcance da doutora Manuela Ferreira leite suspender pacto de justiça que o PS e o PSD assinaram", declarou o líder democrata-cristão.

Um pacto que, continuou o líder do CDS-PP, em Portugal significou "mais insegurança, mais crime e leis que não são dissuasoras da criminalidade".