Exclusivo Edição Impressa

Portugal deixou fugir 28 milhões em alimentos

Portugal deixou fugir 28 milhões em alimentos

Fundo Europeu de Auxílio às Pessoas Mais Carenciadas, que ajuda instituições a distribuir comida, não está operacional, lamentam as organizações.

O Governo perdeu 28 milhões de euros em alimentos do Fundo Europeu de Auxílio às Pessoas Mais Carenciadas (FEAC), em 2016, porque não executou o programa, que existe desde 2014. Faltam coisas "tão simples como abrir concursos ou regulamentar os mesmos", disse fonte de uma das instituições parceiras. O anterior Executivo também não o fez, mas teve a justificativa de estar em fase de transição de um anterior programa, conseguindo dez milhões por ano.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui