Saúde

Privados travam em tribunal nova tabela de preços da ADSE

Privados travam em tribunal nova tabela de preços da ADSE

O Tribunal Administrativo de Lisboa deu provimento à providência cautelar interposta pela Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP) no passado dia 17. Dois dias volvidos aquele tribunal validava as queixas da APHP, que contesta a nova tabela de preços proposta pela ADSE.

Segundo explicou, este sábado, ao JN fonte da associação que representa os prestadores privados, na base daquela providência está a nova tabela de preços recentemente comunicada pela ADSE. Em particular, frisa, a política de regularizações definida por aquele subsistema de saúde dos funcionários públicos.

Isto porque, adianta a mesma fonte, "sempre que a ADSE entende que o valor faturado não está de acordo exerce o direito de correção". Ou seja, não cobre a despesa. O que APHP entende ser ilegal solicitando, por isso, a intervenção do tribunal.

A ADSE terá sido notificada da decisão do Tribunal Administrativo de Lisboa no início desta semana, tendo agora 10 dias para se pronunciar. E a semana que agora passou foi, aliás, rica em troca de argumentos, com a APHP a repudiar, publicamente, a postura da ADSE, que apresentou aos hospitais privados o documento "como um facto consumado no dia 18 de janeiro".

Recorde-se que em causa está uma nova tabela de preços apresentada pela ADSE à rede convencionada de serviços e cuidados de saúde. E que se traduz num corte de 10%, calculando a associação liderada por Óscar Gaspar em 42 milhões de euros as perdas para o setor.

Em entrevista à Lusa, aquele responsável admitiu estar a ser analisada uma forma de os atuais beneficiários da ADSE continuarem a ter acesso aos mesmos serviços, mas desvinculando-se daquele subsistema de saúde. O que o ministro da Saúde classificou, na passada sexta-feira, de "tática negocial".

Para amanhã está já agendada uma reunião entre a APHP e outros prestadores privados, como sejam laboratórios e médicos, com vista a adotar um posição conjunta. A nova tabela de preços da ADSE entra em vigor a 1 de março.

ver mais vídeos