Nacional

PS quer realizar estudo sobre condições nos "call center"

PS quer realizar estudo sobre condições nos "call center"

Deputados vão propor ao Governo que sejam avaliadas relações laborais e condições de trabalho dos trabalhadores nos centros de contacto em Portugal.

A bancada do Partido Socialista vai propor ao Governo, esta quinta-feira à tarde, que realize um estudo sobre as condições de trabalho em centros de contacto, vulgarmente conhecidos como "call center", buscando avaliar os "riscos potenciais, tanto físicos (problemas respiratórios, auditivos e de visão) como psicológicos associados a este tipo de trabalho".

De acordo com o projeto de resolução dos deputados socialistas, "é fundamental conhecer os espaços onde estas atividades [de call center] são exercidas, as relações laborais estabelecidas, as condições de higiene e segurança, a ergonomia, o respeito pelas normas de descanso e a estabilidade dos horários, entre outras dimensões", que deverão ser avaliadas pelo Gabinete de Estratégia e Planeamento do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social caso a proposta seja votada positivamente.

Há cerca de um mês, o parlamento analisou a petição promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores de Call Center, que pedia a regulamentação da carreira, incluindo a diminuição do horário normal de trabalho para seis horas diárias e a classificação da carreira como sendo de desgaste rápido.

Entre 2016 e 2017, o volume de negócios dos "call center" triplicou em Portugal, mas o salário médio mensal dos trabalhadores desceu quase 3%, de 792 para 769 euros.