Incêndios

PSD acusa Governo de "irresponsabilidade" na contratação de meios aéreos

PSD acusa Governo de "irresponsabilidade" na contratação de meios aéreos

O PSD questionou o Governo pelo atraso nos meios aéreos de combate aos fogos, que deveriam entrar ao serviço da Proteção Civil esta quarta-feira.

Para o deputado social-democrata Duarte Marques, o Governo "mostrou mais uma vez a incapacidade em assegurar os meios aéreos necessários e que é irresponsável em conseguir garantir a segurança das pessoas".

O JN revela na sua edição que esta quarta-feira, com o aumento do nível de prontidão do dispositivo de combate a incêndios, a Proteção Civil deveria ter disponível mais 23 meios aéreos, a juntar aos 15 com que já contava num contrato bianual firmado em 2018. Contudo, dois recursos judiciais estão a suspender a entrada em vigor das tais 23 aeronaves. A juntar a isso, o Governo também não tem ainda assinados os contratos de adjudicação aos privados para a operação de tais meios.

Duarte Marques adiantou ao JN que o PSD vai questionar o Governo "por mais uma baralhada que rodeou os concursos dos meios aéreos". "Contei, e confirmei, várias bases que estão sem os meios aéreos que deveriam ter esta quarta-feira. Este é apenas um dos resultados visíveis da irresponsabilidade deste Governo a preparar a época dos fogos", disse.

Imobusiness