O Jogo ao Vivo

Premium

Quanto maior a recessão, maior a quebra na taxa de mortalidade

Quanto maior a recessão, maior a quebra na taxa de mortalidade

Estudo mostra queda mais acentuada em período de crise. Em Portugal taxa caiu mais em período expansivo.

Cruzando os dados do Produto Interno Bruto (PIB) de 15 países europeus, e sua respetiva evolução, com a taxa de mortalidade, um estudo agora publicado na "Nature Communications" conclui que, durante a recessão de 2008, a mortalidade na Europa caiu a um ritmo mais acelerado. Havendo, no entanto, países onde aquela taxa recuou mais em períodos expansivos. Como foi o caso de Portugal.

Liderado pelo investigador espanhol Joan Ballester, do centre ISGlobal, a análise conclui que "os países e regiões com maior desaceleração económica foram também aqueles onde a mortalidade mais desceu". De acordo com o referido estudo, a quebra maior foi verificada durante o período recessivo de 2008 em quase metade dos 15 países analisados, nomeadamente Dinamarca, Espanha, Croácia, Luxemburgo, Polónia e Eslovénia.