PSD

Rio diz que número de alterações ao OE2019 é sinal da "vitalidade" dos deputados

Rio diz que número de alterações ao OE2019 é sinal da "vitalidade" dos deputados

O presidente do PSD, Rui Rio, considerou que o número de propostas de alteração do Orçamento do Estado para 2019 mostram "alguma vitalidade" do trabalho feito pelos deputados na Assembleia da República.

As mais de 900 propostas apresentadas pelos grupos parlamentares "mostra alguma vitalidade do ponto de vista dos deputados", sublinhou Rui Rio, que falava aos jornalistas em Coimbra.

Para o líder social-democrata, se há "900 e tal propostas é porque os deputados se empenharam em fazer propostas".

Apesar disso, nota que pode haver mais propostas do que o normal, "porque são propostas para um Orçamento [do Estado] em ano eleitoral".

"Espero é que as propostas apresentadas que visem apenas conquistar simpatias eleitorais sejam uma minoria e que a maioria sejam mesmo substanciais relativamente àquilo que se pode considerar como visões diferentes daquelas que estão plasmadas no Orçamento do Estado para 2019", vincou.

Segundo Rui Rio, no caso do PSD, houve, "naturalmente, um esforço grande para que assim fosse".

O presidente do PSD falava aos jornalistas após uma reunião do Conselho Estratégico Nacional (CEN) do PSD, em Coimbra.

O presidente da República expressou este sábado preocupação com o prazo de promulgação do Orçamento do Estado para 2019, afirmando recear que o número de propostas de alteração apresentadas, quase mil, leve a um atraso na redação final.

O presidente da República referiu que, "com menos 300 [propostas], a redação final foi complicada no ano passado e quase que chegou ao Natal" e disse esperar que desta vez "não chegue ao Natal".