Natureza

Sismo sentido a norte: "As pessoas pensam que nunca vai acontecer aqui"

Sismo sentido a norte: "As pessoas pensam que nunca vai acontecer aqui"

Um sismo, com epicentro na zona de Mesão Frio, fez-se sentir na zona norte de Portugal, esta quinta-feira. Ao Facebook do JN, pouco antes das 13 horas, chegaram relatos de várias pessoas que se assustaram com o abalo de 3,6 na escala de Richter.

"Estava no escritório de casa quando reparei que a terra começou a tremer", conta, ao JN, José António Silva, de Penafiel. Esta não foi a primeira vez que o jovem estudante passou por uma experiência semelhante, o que ajudou a compreende o que estava a acontecer. "Tal como aconteceu há uns anos, as janelas começaram a abanar e eu percebi que era um sismo", revela o rapaz de 18 anos.

Num país pouco habituado a estes fenómenos, José Silva destaca a importância do que é feito nas escolas para " a sensibilização das gerações mais novas, que ficam a conhecer métodos para atuar nestes casos".

Também Daniel Ferraz, que vive na zona da Boavista, no Porto, foi surpreendido quando estava no quarto e reparou nas janelas a abanar. "Fui até à sala e a minha irmã disse-me que também tinha sentido a terra a tremer", conta. O estudante universitário não ficou surpreendido com o evento, mas deixa um alerta: "As pessoas pensam que nunca vai acontecer aqui. E no Porto temos edifícios muito antigos e sem condições de segurança caso aconteça algo de maior".

Mais a norte, Wilma Sousa, que vive na freguesia do Freixo, no Marco de Canaveses, também sentiu o tremor de terra. "Ouvimos um ruído forte, pensamos que era um pinheiro que temos aqui, que estava a cair", diz. "Depois, sentimos o chão a tremer e foi aí que percebemos que era um sismo", explica. Apesar de durar "poucos segundos", a mulher de 35 anos ficou assustada com o fenómeno pouco habitual: "A minha filha tem 5 anos e começou a chorar e o meu marido saiu a correr de casa para ver o que era."

Também no Twitter se repetem os relatos de utilizadores que foram surpreendidos com o sismo que se fez sentir na zona norte.

Até ao momento, não há registos de estragos ou feridos na sequência do sismo.